17.2.10

Marie

Quando saiu de casa, Marie estava linda. Linda e inteira. Marie sempre saia de casa assim. Mas nem sempre voltava.
As pernas longas cobertas por uma meia fina e a sapatilha barulhenta desceram as escadas do terceiro andar com pressa, sem esperar a manga do vestido ser ajeitada sobre os braços ou o batom ser colocado nos lábios.
-Táxi, táxi! - Três carros pararam. Um deles, nem táxi era.
Como de praxe, Marie chegou um par de horas atrasada. Entrou na festa e pegou o primeiro copo de bebida discretamente. Sentou-se em uma mesa de amigos e conversou durante o segundo, terceiro e quarto copos. No quinto, se levantou para trocar de pessoas. Essa era Marie, trocava de pessoas sempre que lhe era conveniente.
Um par de olhos azuis e sorriso faiscante (extremamente convenientes) chamaram sua atenção do outro lado do salão. Marie se dirigiu à mesa desconhecida preocupando-se somente com o batom.
E na nova mesa, mais cinco copos foram esvaziados, gargalhadas foram dadas, um amigo do jardim de infância foi encontrado e ficou intima de 7 outras pessoas (dentre elas, o dono dos olhos azuis).
Descobriu que o nome dele era Louie e tinha 29 anos, era dono do Smart vermelho estacionado na porta, mas no verão usava sua Vespa de estimação. Morava sozinho em um apartamento de dois quartos, tocava piano e violão, gostava de cachorros, viajar e sushi e estava com os olhos em Marie desde seu terceiro copo.
A ultima parte chegou aos ouvidos de Marie através de cochichos. E logo que chegou, ela abriu um sorriso mais que convidativo para Louie.
Sem desculpas ou explicações, ambos se dirigiram à saída, lado a lado, sem se tocar. A beleza deles confrontava, uma tentando ser mais bela que a outra, e, juntas, eram mais belas que todos. E todos assistiam ao confronto invisível sem ao menos respirar.
Era a fuga dos sonhos de Marie. Uma festa bacana, um cara legal. A única diferença era que tudo era bem mais sexy na vida real.
Entraram no Smart e Louie dirigiu sem rumo por um longo tempo, até decidir parar em um parque silencioso, habitado por dois mendigos e um punhado de pássaros.
Marie saiu do carro carregando duas garrafas de champagne que compraram no caminho. Andou o mais rápido que pode, lutando contra o desconforto das sapatilhas, até alcançar Louie, que a aguardava com um sorriso no rosto. Juntos, sentaram-se em um gramado úmido, abraçados, olhando para as luzes da noite da cidade.
A champagne acabou antes do começo da conversa, que durou até o nascer do sol.
Conversaram sobre suas vidas, sobre a vida dos outros, sobre sonhos, festas, livros, filmes e, no final, estavam discutindo sobre espiritualidade. Mas chegaram a um consenso: deveriam ir para a casa dele.
Entraram no quarto correndo, mas demoraram-se descobrindo um ao outro. Sentiram-se satisfeitos apenas no dia seguinte.
E Marie chegou em casa descabelada, sem meias ou sapatos, vestindo uma camisa masculina e um sorriso preso às palavras "Te pego em duas horas".

16 comentários:

Anônimo disse...

clapclapclap

1o post debrother (y)

Gio disse...

Completamente emocionante. Acho que é a primeira história de ficadas em balada que me prendeu a atenção, mesmo. Amei de mais!

Natália Rodrigues disse...

oiiii consegui seguir o seu blog,brigada pela ajuda!:D bjs até++

letízia p. disse...

Que lindo Alice, comofaz pra escrever tão bem?
Tem selo pra você no blog, espero que goste *-*
Beeeeijos

Vicky D. disse...

Adorei, mesmo.
Acho que já disse que ocê escreve muito bem, né? rsrs
De qualquer jeito, sua história prendeu minha atençao do começo ao fim!
Bjão! =^.^=

wesley iogi disse...

Que lindo.. me prendeu mesmo da metade para o final... parei tudo para ler... e foi fluido.. rapido.. bonito... confesso que por um instante achei que iria virar e loui era um maniaco, anyway, coisas da minha cabeça tendenciosa..

amei.. venho mais aqui..

bj

Gárgola disse...

Gostei ;)
Mas se eu bebesse isso tudo... hummm não sei como acabaria a noite, com certeza um 'puaaaghh'.
Essa Marie é forte mesmo, nem ressaca tem.

Saudades e beijos

Anônimo disse...

Vc escreve muuuito bem!
Essa Marie nesse quesito bebida tá me lembrando umas amigas lá de um lugarzin pertin de Ouro Preto!!
bjo

Anônimo disse...

I just discovered the website who reviews about
Several
home based business opportunity

If you want to know more here it is
home based business
www.home-businessreviews.com

Carolina disse...

amei, escreves muito bem.
com certeza virei mais vezes aqui (:

beijo

Anônimo disse...

aa adorei, ta lindo de verdade, amo seu blog s2'

Anônimo disse...

aa adorei, ta lindo de verdade, amo seu blog s2'

Anônimo disse...

aa adorei, ta lindo de verdade, amo seu blog s2'

Anônimo disse...

aa adorei, ta lindo de verdade, amo seu blog s2'

N. disse...

Me prendeu. Acertou em cheio, era justamente o que eu andava precisando de ler. Estou te seguindo, aliás =)

Anônimo disse...

Texto bom, apesar de alguns erros de concordância! Beijos =)